Bem-vindo Convidado Pesquisar | Atividades no Fórum | Entrar | Registrar

2 Páginas 12>
3.2 Posses iniciais Opções
#1 Samyaza Enviado : 09/05/16 15:49
O objetivo deste tópico é revisar as posses iniciais dos personagens jogadores.

Nele trataremos apenas da parte mecânica das regras, a revisão da parte textual será feita à parte.

Posses iniciais

Acessem o verbete pelo link acima. Critiquem, dêem sugestões.

OBS: Façam apenas sugestões e críticas que conduzam a uma melhoria do texto.
#2 Samyaza Enviado : 09/05/16 18:18
Essa tarefa está disponível, caso deseje assumi-la, entre em contato com o coordenador de regras para receber as orientações iniciais antes de começar a desenvolver seu trabalho.
#3 Sistema Automático Enviado : 25/05/16 11:59
A Terefa foi solicitada pelo usuário nametuzain
#4 Samyaza Enviado : 29/05/16 18:38
Nametuzain o coloquei como responsável pela tarefa, segue as orientações:

1 - A ideia dessa tarefa é rever as posses iniciais dos personagens.

2 - Cada profissão deve ter o mínimo de itens necessários a sua prática, além de roupas básicas. Procure diferenciar as profissões pelos itens dados, hoje por exemplo o guerreiro começa com a mesma espada que o ladino, isso precisa ser alterado.

3 - Além das posses iniciais é necessário ajusta a opção de quando o jogador deseja comprar seu próprio equipamento, utilize o equipamento inicial como base e se for necessário pode manter valores diferentes para cada profissão.

4 - não seguir essas orientações pode removê-lo da responsabilidade da tarefa.
#5 nametuzain Enviado : 04/06/16 03:45
Samyaza escreveu:
Nametuzain o coloquei como responsável pela tarefa, segue as orientações:

1 - A ideia dessa tarefa é rever as posses iniciais dos personagens.

2 - Cada profissão deve ter o mínimo de itens necessários a sua prática, além de roupas básicas. Procure diferenciar as profissões pelos itens dados, hoje por exemplo o guerreiro começa com a mesma espada que o ladino, isso precisa ser alterado.

3 - Além das posses iniciais é necessário ajusta a opção de quando o jogador deseja comprar seu próprio equipamento, utilize o equipamento inicial como base e se for necessário pode manter valores diferentes para cada profissão.

4 - não seguir essas orientações pode removê-lo da responsabilidade da tarefa.


Samyaza, a parte relacionada a esta atividade é a revisão deste conteúdo abaixo:

2.1.5 Posses Iniciais
Cada personagem começará suas aventuras com uma determinada lista de equipamentos de acordo com sua profissão conforme a tabela a seguir.
Anote estes itens no campo “Pertences & Afins” da ficha do personagem.
Profissões Equipamentos:

Guerreiro
Armadura de Couro Leve, Escudo Pequeno, uma arma de dano máximo 16 e 5 M.C.

Ladino
Escudo Pequeno, Manto com capuz, 20 metros de corda, uma arma de dano máximo 16 e 5 M.C.

Sacerdote
Símbolo sagrado de ferro, Água abençoada, Manto com capuz, Cinto, Pederneiras, Mochila de couro, uma arma de dano máximo 16 e 5 M.C.

Mago
Manto com capuz, Cinto, Pederneiras, Mochila de couro, Pena e tinta, Pergaminho, uma arma de dano máximo 16 e 5 M.C.

Rastreador
Armadura Couro leve, Cinto, Pederneiras,Capa, Par de luvas, Par de botas, uma arma de dano máximo 16 e 5 M.C.

Bardo
Cinto, Mochila de couro, Capa, Par de botas, Instrumento Musical, uma arma de dano máximo 16 e 5 M.C.

OBS: opcionalmente o jogador em vez de pegar os
equipamentos da lista, pode pegar uma arma de
dano máximo 16 e 4 m.p. e 5 m.c. devendo neste
caso fazer a sua própria compra de equipamentos.

Agora, em uma nova "resposta" a este verbete aqui, vou colocar o que cada profissão estaria melhor representada, seria isso? É assim que funciona?

#6 Samyaza Enviado : 08/06/16 17:02
Nametuzain, sobre suas dúvidas:

- Para cada profissão vc precisa rever se os itens estão condizentes ou não e pode fazer melhorias, o guerreiro por exemplo, poderia ter como opção ao invés de apenas uma arma de dano 16 e um escudo, ele poderia ter uma arma de dano 20 e perderia o escudo.

- Verifique a lista original e faça as alterações que julgar pertinente editando o verbete, aos poucos o pessoal vai começar a comentar e fazer sugestões, é quando começaremos a filtrar dessas sugestões o que está condizente com o objetivo da tarefa.
#7 Rywv Enviado : 08/06/16 20:55
Eu acho que o guerreiro podia começar com couro rigido ou ate mesmo com Cota de malha parcial, ja o ladino podia ter uma arma de 12 de dano em vez do escudo pequeno.
Uma coisa que reparei é que só algumas profissões começam com bota e mochila de couro, acho que ter um calçado e uma bolsa é algo basico para qualquer aventureiro.
A morte é uma amante paciente e indispensável, pois ñ importa o que aconteça ela terá sua vez e não tem pressa quanto a isso, mas quando o momento chega ela lhe acolhe em seus braços de tal forma que vc nunca será capaz de deixá-la.
Gar,"O Louco"
#8 Samyaza Enviado : 09/06/16 08:43
Suas observações sobre as roupas estão corretas Rivw, vamos colher mais sugestões de equipamentos e considerá-las durante a revisão.
#9 nametuzain Enviado : 10/06/16 16:18
Em análise ao tópico:

Guerreiro
Armadura de Couro leve, Escudo Pequeno, uma arma de dano máximo 16(gládio) e 5 M.C.
2mp,2mp,12mp=16mp e 5mc

Ladino
Escudo Pequeno, Manto com capuz, 20 metros de corda, uma arma de dano máximo 16(gládio) e 5 M.C.
2mp,8mc,1mp,12mp=16mp e 8mc

Sacerdote
Símbolo sagrado de ferro, Água abençoada, Manto com capuz, Cinto, Pederneiras, Mochila de couro, uma arma de dano máximo 16(martelo de guerra) e 5 M.C.
1,5mc,8mc,1mc,5mc,12mc,11mp=15mp e 6mc

Mago
Manto com capuz, Cinto, Pederneiras, Mochila de couro, Pena e tinta, Pergaminho, uma arma de dano máximo 16(punhal) e 5 M.C.
8mc,1mc,5mc,5mp,8mp,5mp= 19mp, 9mc

Rastreador
Armadura Couro leve, Cinto, Pederneiras,Capa, Par de luvas, Par de botas, uma arma de dano máximo 16(gládio) e 5 M.C.
2mp,1mc,5mc,2mc,3mc,5mc,12mp=15mp 6mc

Bardo
Cinto, Mochila de couro, Capa, Par de botas, Instrumento Musical, uma arma de dano máximo 16(gládio) e 5 M.C.
1mc,12mc,2mc,5mc,12mc,12mp = 15mp e 5mc


OBS: opcionalmente o jogador em vez de pegar os
equipamentos da lista, pode pegar uma arma de
dano máximo 16 e 4 m.p. e 5 m.c. devendo neste
caso fazer a sua própria compra de equipamentos.
=12mp (Arma + cara de dano 16) + 4mp e 5mc = 16mp e 5mc

Com isso temos, uma discrepância nos "tipos" de personagem e valores "dados" a eles.

Como o amigo Rywv também salientou, existem personagens que não estão sendo bem caracterizados.

Então pensando nisso proponho um valor universal para qualquer personagem inicial: 2MO (com esse valor, mantenho a regra das armas a 16 de dano e consigo compor cada personagem. Além disso, pensei em criar duas opções para cada personagem, uma mais "aventureira", e outra, voltada para inicio em cidade, fase de iniciação do personagem e role playing.

Este será o meu foco.
#10 Azurius Enviado : 10/06/16 18:16
nametuzain escreveu:
Leia o resto do texto...
Em análise ao tópico:

Guerreiro
Armadura de Couro leve, Escudo Pequeno, uma arma de dano máximo 16(gládio) e 5 M.C.
2mp,2mp,12mp=16mp e 5mc

Ladino
Escudo Pequeno, Manto com capuz, 20 metros de corda, uma arma de dano máximo 16(gládio) e 5 M.C.
2mp,8mc,1mp,12mp=16mp e 8mc

Sacerdote
Símbolo sagrado de ferro, Água abençoada, Manto com capuz, Cinto, Pederneiras, Mochila de couro, uma arma de dano máximo 16(martelo de guerra) e 5 M.C.
1,5mc,8mc,1mc,5mc,12mc,11mp=15mp e 6mc

Mago
Manto com capuz, Cinto, Pederneiras, Mochila de couro, Pena e tinta, Pergaminho, uma arma de dano máximo 16(punhal) e 5 M.C.
8mc,1mc,5mc,5mp,8mp,5mp= 19mp, 9mc

Rastreador
Armadura Couro leve, Cinto, Pederneiras,Capa, Par de luvas, Par de botas, uma arma de dano máximo 16(gládio) e 5 M.C.
2mp,1mc,5mc,2mc,3mc,5mc,12mp=15mp 6mc

Bardo
Cinto, Mochila de couro, Capa, Par de botas, Instrumento Musical, uma arma de dano máximo 16(gládio) e 5 M.C.
1mc,12mc,2mc,5mc,12mc,12mp = 15mp e 5mc


OBS: opcionalmente o jogador em vez de pegar os
equipamentos da lista, pode pegar uma arma de
dano máximo 16 e 4 m.p. e 5 m.c. devendo neste
caso fazer a sua própria compra de equipamentos.
=12mp (Arma + cara de dano 16) + 4mp e 5mc = 16mp e 5mc

Com isso temos, uma discrepância nos "tipos" de personagem e valores "dados" a eles.

Como o amigo Rywv também salientou, existem personagens que não estão sendo bem caracterizados.

Então pensando nisso proponho um valor universal para qualquer personagem inicial: 2MO (com esse valor, mantenho a regra das armas a 16 de dano e consigo compor cada personagem. Além disso, pensei em criar duas opções para cada personagem, uma mais "aventureira", e outra, voltada para inicio em cidade, fase de iniciação do personagem e role playing.

Este será o meu foco.


Dar itens predefinidos nunca foi algo "legal", dar dinheiro e deixar cada um fazer o seu próprio personagem é muito mais legal e dá a cada jogador uma experiência única. Possibilitando uma maior diferenciação dos personagens.
#11 nametuzain Enviado : 11/06/16 13:42
Azurius escreveu:
nametuzain escreveu:
Leia o resto do texto...
Em análise ao tópico:

Guerreiro
Armadura de Couro leve, Escudo Pequeno, uma arma de dano máximo 16(gládio) e 5 M.C.
2mp,2mp,12mp=16mp e 5mc

Ladino
Escudo Pequeno, Manto com capuz, 20 metros de corda, uma arma de dano máximo 16(gládio) e 5 M.C.
2mp,8mc,1mp,12mp=16mp e 8mc

Sacerdote
Símbolo sagrado de ferro, Água abençoada, Manto com capuz, Cinto, Pederneiras, Mochila de couro, uma arma de dano máximo 16(martelo de guerra) e 5 M.C.
1,5mc,8mc,1mc,5mc,12mc,11mp=15mp e 6mc

Mago
Manto com capuz, Cinto, Pederneiras, Mochila de couro, Pena e tinta, Pergaminho, uma arma de dano máximo 16(punhal) e 5 M.C.
8mc,1mc,5mc,5mp,8mp,5mp= 19mp, 9mc

Rastreador
Armadura Couro leve, Cinto, Pederneiras,Capa, Par de luvas, Par de botas, uma arma de dano máximo 16(gládio) e 5 M.C.
2mp,1mc,5mc,2mc,3mc,5mc,12mp=15mp 6mc

Bardo
Cinto, Mochila de couro, Capa, Par de botas, Instrumento Musical, uma arma de dano máximo 16(gládio) e 5 M.C.
1mc,12mc,2mc,5mc,12mc,12mp = 15mp e 5mc


OBS: opcionalmente o jogador em vez de pegar os
equipamentos da lista, pode pegar uma arma de
dano máximo 16 e 4 m.p. e 5 m.c. devendo neste
caso fazer a sua própria compra de equipamentos.
=12mp (Arma + cara de dano 16) + 4mp e 5mc = 16mp e 5mc

Com isso temos, uma discrepância nos "tipos" de personagem e valores "dados" a eles.

Como o amigo Rywv também salientou, existem personagens que não estão sendo bem caracterizados.

Então pensando nisso proponho um valor universal para qualquer personagem inicial: 2MO (com esse valor, mantenho a regra das armas a 16 de dano e consigo compor cada personagem. Além disso, pensei em criar duas opções para cada personagem, uma mais "aventureira", e outra, voltada para inicio em cidade, fase de iniciação do personagem e role playing.

Este será o meu foco.


Dar itens predefinidos nunca foi algo "legal", dar dinheiro e deixar cada um fazer o seu próprio personagem é muito mais legal e dá a cada jogador uma experiência única. Possibilitando uma maior diferenciação dos personagens.


Azurius,

O item que estou trabalhando trata justamente de posses iniciais, já existia e o trabalho não é de remove-lo e sim, melhora-lo. Muitas das vezes, para se iniciar um jogo rápido, esta regra adianta e muito a construção dos personagens.
Como informado no post anterior, o valor inicial que estou trabalhando é de 2 moedas de ouro para compor os diversos tipos de personagem e este valor também será o valor da regra Opcional na qual o jogador poderá usá-lo para comprar seus próprios pertences.

#12 ernani Enviado : 11/06/16 14:59
Eu acho que o Guerreiro, principalmente, é bastante prejudicado na questão dos Itens Iniciais.

Poderia receber arma de dano máximo 20 e armadura superior, digamos, Cota Parcial.

A principal característica do Guerreiro é ser combativo. Começar com um Gládio, Couro Leve e um Escudo Pequeno é meio piaba, para uma classe Tanker.

Mesmo pro Rastreador, que deveria vir com um Escudo Pequeno de Madeira ou uma arma ranged adicional ao Gládio, vamos dizer, um Arco Simples...
#13 nametuzain Enviado : 12/06/16 19:47
ernani escreveu:
Eu acho que o Guerreiro, principalmente, é bastante prejudicado na questão dos Itens Iniciais.

Poderia receber arma de dano máximo 20 e armadura superior, digamos, Cota Parcial.

A principal característica do Guerreiro é ser combativo. Começar com um Gládio, Couro Leve e um Escudo Pequeno é meio piaba, para uma classe Tanker.

Mesmo pro Rastreador, que deveria vir com um Escudo Pequeno de Madeira ou uma arma ranged adicional ao Gládio, vamos dizer, um Arco Simples...


Ernani, eu penso da mesma forma, mas como estou tentando compor os personagens com o mesmo valor inicial (2m.o.) a coisa fica bem limitada. d'oh!

De qualquer forma, a diferenciação ocorrerá, e claro, posses iniciais, são somente pra compor o personagem inicial, no decorrer de cada história, o personagem vai adquirindo, ou ainda podemos ter a posse inicial e se o MJ optar por usar, ele pode usar as regras opcionais e mudar sua classe social, para obter mais moedas e comprar mais itens. Enfim, isso é outra discussão... Feliz
#14 Azurius Enviado : 13/06/16 09:04
nametuzain escreveu:
Azurius escreveu:
nametuzain escreveu:
Leia o resto do texto...
Em análise ao tópico:

Guerreiro
Armadura de Couro leve, Escudo Pequeno, uma arma de dano máximo 16(gládio) e 5 M.C.
2mp,2mp,12mp=16mp e 5mc

Ladino
Escudo Pequeno, Manto com capuz, 20 metros de corda, uma arma de dano máximo 16(gládio) e 5 M.C.
2mp,8mc,1mp,12mp=16mp e 8mc

Sacerdote
Símbolo sagrado de ferro, Água abençoada, Manto com capuz, Cinto, Pederneiras, Mochila de couro, uma arma de dano máximo 16(martelo de guerra) e 5 M.C.
1,5mc,8mc,1mc,5mc,12mc,11mp=15mp e 6mc

Mago
Manto com capuz, Cinto, Pederneiras, Mochila de couro, Pena e tinta, Pergaminho, uma arma de dano máximo 16(punhal) e 5 M.C.
8mc,1mc,5mc,5mp,8mp,5mp= 19mp, 9mc

Rastreador
Armadura Couro leve, Cinto, Pederneiras,Capa, Par de luvas, Par de botas, uma arma de dano máximo 16(gládio) e 5 M.C.
2mp,1mc,5mc,2mc,3mc,5mc,12mp=15mp 6mc

Bardo
Cinto, Mochila de couro, Capa, Par de botas, Instrumento Musical, uma arma de dano máximo 16(gládio) e 5 M.C.
1mc,12mc,2mc,5mc,12mc,12mp = 15mp e 5mc


OBS: opcionalmente o jogador em vez de pegar os
equipamentos da lista, pode pegar uma arma de
dano máximo 16 e 4 m.p. e 5 m.c. devendo neste
caso fazer a sua própria compra de equipamentos.
=12mp (Arma + cara de dano 16) + 4mp e 5mc = 16mp e 5mc

Com isso temos, uma discrepância nos "tipos" de personagem e valores "dados" a eles.

Como o amigo Rywv também salientou, existem personagens que não estão sendo bem caracterizados.

Então pensando nisso proponho um valor universal para qualquer personagem inicial: 2MO (com esse valor, mantenho a regra das armas a 16 de dano e consigo compor cada personagem. Além disso, pensei em criar duas opções para cada personagem, uma mais "aventureira", e outra, voltada para inicio em cidade, fase de iniciação do personagem e role playing.

Este será o meu foco.


Dar itens predefinidos nunca foi algo "legal", dar dinheiro e deixar cada um fazer o seu próprio personagem é muito mais legal e dá a cada jogador uma experiência única. Possibilitando uma maior diferenciação dos personagens.


Azurius,

O item que estou trabalhando trata justamente de posses iniciais, já existia e o trabalho não é de remove-lo e sim, melhora-lo. Muitas das vezes, para se iniciar um jogo rápido, esta regra adianta e muito a construção dos personagens.
Como informado no post anterior, o valor inicial que estou trabalhando é de 2 moedas de ouro para compor os diversos tipos de personagem e este valor também será o valor da regra Opcional na qual o jogador poderá usá-lo para comprar seus próprios pertences.



Então, o que estou sugerindo é uma lista de coisas sugeridas pra um começo e não obrigatórias.

Comprar peetences e afins só é demorado pra quem não se programa. Todo mundo pode trazer sua lista feita de casa.

Mas entendo perfeitamente seu lado.
#15 jonconcar Enviado : 14/06/16 10:32
Na minha mesa eu utilizo o seguinte:

Dinheiro Inicial é de acordo com a Raça, Classe Social e Profissão

Raça
- Anão = 2 m.o.
- Elfo Dourado = 2 m.o.
- Elfo Florestal = 1 m.o.
- Humano = 1 m.o.
- Meio-Elfo = 15 m.p.
- Pequenino = 13 m.p.

Classe Social (Ainda utilizo o Rolamento de Dados para determinar a Classe Social do Personagem rsrs)
- Ex-Escravo = 1 m.o.
- Ex-Servo = 2 m.o.
- Livre = 3 m.o.
- Pequeno Comerciante = 4 m.o.
- Artífice = 5 m.o.
- Grande Comerciante = 7 m.o.
- Baixa Nobreza = 10 m.o.
- Alta Nobreza = 13 m.o.

Profissão
- Guerreiro = 3 m.o.
- Ladrão = 2 m.o.
- Sacerdote = 12 m.p.
- Mago = 1 m.o.
- Rastreador = 1 m.o.
- Bardo = 15 m.p.


Pertences Iniciais
- Roupa comum + uma arma com 16 de dano máximo.

Caso aproveite essa minha "Regra da Casa", fique a vontade para se basear nela.
#16 Azurius Enviado : 14/06/16 11:26
Eu gostava de rolar classe social em Tagmar 1
#17 nametuzain Enviado : 16/06/16 02:45
Senhores, atualizei o tópico, por favor leiam e vamos debater! Dancing
#18 Azurius Enviado : 16/06/16 08:05
Bom dia.
Então, no livro estarão descritas 2 opções pra cada profissão e a terceira opção comum a todos (arma de 16 e dinheiro)?
Gostaria desse esclarecimento antes de mais nada.
#19 Térom Lanister Enviado : 16/06/16 08:11
Só algumas observações, com base em experiências que tive em mesa.

Não sei se já aconteceu com os senhores, mas é comum personagens iniciais contratarem servos para usarem de "bucha de canhão". Os magos comumente precisam de guarda-costas. Os sacerdotes costumem "bancar" fiéis, que são voluntários em suas causas, comprando armas e pagando comida e estadia para estes.

Então sugiro reduzir as quinquilharias de mago e sacerdote para que sobre algum dinheiro para isso. São as profissões que mais devem ter dinheiro na mão, pois quase sempre estão à mando de um mentor em uma causa sagrada ou que definirá o destino do mundo. Isto justifica um patrocínio.

Sugiro também que "dê" um instrumento para o bardo e uma arma do dano 20 para o guerreiro, independente de seu valor. Eles podem até serem pobres, mas estes dois pertences são "relíquias" de família, que raramente chegaram a eles e definiram o que eles se tornaram. Acredito que contribuirá muito para a história do personagem. Permitir, inclusive, que o jogador escolha o item e invente como estes pertences chegaram à ele. É fantástico!

Quanto ao ladino, Por Favor, retire o escudo e aquele machado das listas. Acho muito tosco um sujeito furtivo com isto. Dê sempre uma arma de longo alcance para ser usada em ataques surpresa à distância, além da arma de combate corpo-a-corpo. Pode ser um arco simples e um punhado de flechas ou um cinto com uns 3 punhais. Isso será a "assinatura" do ladino. O sujeito abandona o grupo no meio ou antes mesmo do combate. De repente lâminas ou flechas começam a "cantar" no ar e acertar os inimigos. Aquele maldito pirata sempre quer deixar o combate mais caótico e faz algum lustre ou parede desmoronar em cima de todos antes fazer sua entrada triunfal na briga. Qualquer cagada no estilo Jack. O foco deles não é combate direto. Nem precisam de armadura de início.

Sugiro que mais pessoas com experiências de jogadores sensacionais que escolheram rastreadores compartilhem suas experiências com nosso colega. Nunca tive grandes rastreadores em minhas mesas.
#20 nametuzain Enviado : 17/06/16 11:49
Azurius escreveu:
Bom dia.
Então, no livro estarão descritas 2 opções pra cada profissão e a terceira opção comum a todos (arma de 16 e dinheiro)?
Gostaria desse esclarecimento antes de mais nada.


Azurius,

Eu pensei de colocarmos desta forma, 2 opções por profissão e sempre a regra opcional de compra de seus próprios itens se baseando no exemplo abaixo:

Arma de até dano 16, e 1M.O. e 2M.P.

Este valor é praticamente a média do que foi gasto entre todas as caracterizações que fiz dos personagens.
#21 nametuzain Enviado : 18/06/16 02:59
Térom Lanister escreveu:
Só algumas observações, com base em experiências que tive em mesa.

Não sei se já aconteceu com os senhores, mas é comum personagens iniciais contratarem servos para usarem de "bucha de canhão". Os magos comumente precisam de guarda-costas. Os sacerdotes costumem "bancar" fiéis, que são voluntários em suas causas, comprando armas e pagando comida e estadia para estes.
Então sugiro reduzir as quinquilharias de mago e sacerdote para que sobre algum dinheiro para isso. São as profissões que mais devem ter dinheiro na mão, pois quase sempre estão à mando de um mentor em uma causa sagrada ou que definirá o destino do mundo. Isto justifica um patrocínio.
Sugiro também que "dê" um instrumento para o bardo e uma arma do dano 20 para o guerreiro, independente de seu valor. Eles podem até serem pobres, mas estes dois pertences são "relíquias" de família, que raramente chegaram a eles e definiram o que eles se tornaram. Acredito que contribuirá muito para a história do personagem. Permitir, inclusive, que o jogador escolha o item e invente como estes pertences chegaram à ele. É fantástico!
Quanto ao ladino, Por Favor, retire o escudo e aquele machado das listas. Acho muito tosco um sujeito furtivo com isto. Dê sempre uma arma de longo alcance para ser usada em ataques surpresa à distância, além da arma de combate corpo-a-corpo. Pode ser um arco simples e um punhado de flechas ou um cinto com uns 3 punhais. Isso será a "assinatura" do ladino. O sujeito abandona o grupo no meio ou antes mesmo do combate. De repente lâminas ou flechas começam a "cantar" no ar e acertar os inimigos. Aquele maldito pirata sempre quer deixar o combate mais caótico e faz algum lustre ou parede desmoronar em cima de todos antes fazer sua entrada triunfal na briga. Qualquer cagada no estilo Jack. O foco deles não é combate direto. Nem precisam de armadura de início.
Sugiro que mais pessoas com experiências de jogadores sensacionais que escolheram rastreadores compartilhem suas experiências com nosso colega. Nunca tive grandes rastreadores em minhas mesas.


Térom, obrigado pela sugestão, esse lance de sacerdote eu particularmente em todos os anos de RPG, nunca passei... Pode ser que em uma campanha santa esta situação ocorra, eu particularmente quando ocorria de ter sacerdote ou mago, a participação de NPC era bem limitada, pois o foco fica sempre entre os personagens.

No mago, vou remover algumas coisas pequenas que foram adicionadas para somente gastar as moedas, pode haver necessidade como disse. Adiciono em um post abaixo e depois comentamos.

O bardo as duas opções esta sim com instrumento, flauta de madeira e gaita. Quanto a arma de dano 20, foi sugerido manter a arma de dano máximo 16. Para compor uma harmonia e igualidade dentre os personagens.

Ladino, pensei nas 2 opções, uma mais voltada para combate, na qual pode se defender usando um escudo e outra mais furtiva com 2 tipos de armas, um punhal e um machado, que pode ser usado para várias ações não somente se defender, mas como sugeriu, posso remover o escudo sim, sem problema. Deixaria o valor de 2m.p. como um valor de carteira para uso futuro por exemplo.
Vamos aguardar novos comentários...

Abs









#22 ernani Enviado : 18/06/16 14:25
nametuzain escreveu:
Térom Lanister escreveu:
Só algumas observações, com base em experiências que tive em mesa.

Não sei se já aconteceu com os senhores, mas é comum personagens iniciais contratarem servos para usarem de "bucha de canhão". Os magos comumente precisam de guarda-costas. Os sacerdotes costumem "bancar" fiéis, que são voluntários em suas causas, comprando armas e pagando comida e estadia para estes.
Então sugiro reduzir as quinquilharias de mago e sacerdote para que sobre algum dinheiro para isso. São as profissões que mais devem ter dinheiro na mão, pois quase sempre estão à mando de um mentor em uma causa sagrada ou que definirá o destino do mundo. Isto justifica um patrocínio.
Sugiro também que "dê" um instrumento para o bardo e uma arma do dano 20 para o guerreiro, independente de seu valor. Eles podem até serem pobres, mas estes dois pertences são "relíquias" de família, que raramente chegaram a eles e definiram o que eles se tornaram. Acredito que contribuirá muito para a história do personagem. Permitir, inclusive, que o jogador escolha o item e invente como estes pertences chegaram à ele. É fantástico!
Quanto ao ladino, Por Favor, retire o escudo e aquele machado das listas. Acho muito tosco um sujeito furtivo com isto. Dê sempre uma arma de longo alcance para ser usada em ataques surpresa à distância, além da arma de combate corpo-a-corpo. Pode ser um arco simples e um punhado de flechas ou um cinto com uns 3 punhais. Isso será a "assinatura" do ladino. O sujeito abandona o grupo no meio ou antes mesmo do combate. De repente lâminas ou flechas começam a "cantar" no ar e acertar os inimigos. Aquele maldito pirata sempre quer deixar o combate mais caótico e faz algum lustre ou parede desmoronar em cima de todos antes fazer sua entrada triunfal na briga. Qualquer cagada no estilo Jack. O foco deles não é combate direto. Nem precisam de armadura de início.
Sugiro que mais pessoas com experiências de jogadores sensacionais que escolheram rastreadores compartilhem suas experiências com nosso colega. Nunca tive grandes rastreadores em minhas mesas.


Térom, obrigado pela sugestão, esse lance de sacerdote eu particularmente em todos os anos de RPG, nunca passei... Pode ser que em uma campanha santa esta situação ocorra, eu particularmente quando ocorria de ter sacerdote ou mago, a participação de NPC era bem limitada, pois o foco fica sempre entre os personagens.

No mago, vou remover algumas coisas pequenas que foram adicionadas para somente gastar as moedas, pode haver necessidade como disse. Adiciono em um post abaixo e depois comentamos.

O bardo as duas opções esta sim com instrumento, flauta de madeira e gaita. Quanto a arma de dano 20, foi sugerido manter a arma de dano máximo 16. Para compor uma harmonia e igualidade dentre os personagens.

Ladino, pensei nas 2 opções, uma mais voltada para combate, na qual pode se defender usando um escudo e outra mais furtiva com 2 tipos de armas, um punhal e um machado, que pode ser usado para várias ações não somente se defender, mas como sugeriu, posso remover o escudo sim, sem problema. Deixaria o valor de 2m.p. como um valor de carteira para uso futuro por exemplo.
Vamos aguardar novos comentários...

Abs



Concordo com arma de dano 20 para o Guerreiro (ele não pode ser nivelado, em combate, com classes inferiores neste quesito, já que ele SÓ luta) e retirada do escudo do Ladino (não tem sentido isso mesmo).

Acho que essas coisas podem ser ajustadas independentemente do custo total que representem. As necessidades de equipamento são bastante distintas, de uma classe para outra.
#23 marcoelric18 Enviado : 20/06/16 20:58
Mago e bardo por serem as classes mais místicas deveriam começar com uma arma de 12. O guerreiro deveria começar com uma arma de 20. Os demais com uma arma de 16.


grato,Brick wall
marcoelric18.
#24 Samyaza Enviado : 21/06/16 08:50
nametuzain, minha sugestão:

guerreiro:

Básico: par de botas, roupa comum, mochila de couro, cantil e cinto.

Armas e armaduras: couro leve+arma de dano 20 ou couro rígido+escudo+arma de dano 16.

ladino:

Básico: par de botas, roupa comum, cantil, manto com capuz, mochila de couro.

Opcionais: estojo para arrombamento e cinto ou cinto multiuso, 20 m corda e gancho.

Armas e armaduras: couro leve + arma de dano 16 ou nenhuma armadura + 2 armas de dano 12

Sacerdote:

Básico: par de botas, roupa comum, cantil, mochila de couro.

Opcionais: estojo para primeiros socorros e símbolo sagrado de madeira ou velas coloridas para ritual e símbolo sagrado de prata

Armas e armaduras: Arma de dano 16 e escudo grande

Mago:

Básico: par de botas, roupa comum, cantil, mochila de couro componentes místicos, pergaminho, pena e tinta.

Opcionais: manto com capuz e cinto ou chapéu e cinto multiuso

Armas e armaduras: Arma de dano 12

Rastreador:

Básico: par de botas, roupa comum, cantil, mochila de couro e cinto.

Opcionais: manto com capuz + corvo ou cão de raça "alão"

Armas e armaduras: Arma de dano 16 + arma de dano 12 ou 2 armas de dano 12 + couro leve

Bardos:

Básico: par de botas, cantil, roupa tingida, mochila de couro e um instrumento musical a escolha.

Opcionais: estojo para jogos ou estojo para disfarces

Armas e armaduras: Arma de dano 16
#25 nametuzain Enviado : 21/06/16 10:10
marcoelric18 escreveu:
Mago e bardo por serem as classes mais místicas deveriam começar com uma arma de 12. O guerreiro deveria começar com uma arma de 20. Os demais com uma arma de 16.


grato,Brick wall
marcoelric18.


Po Marco, o bardo já é um problemático, limita-lo a usar uma arma de dano 12, coitado, é melhor se matar e nascer como outra coisa... Brick wall
O mago, por causa de sua limitação de pontos de combate, não há motivo para que ele tenha algo diferente ou de punhal ou um cajado.
O guerreiro com arma de dano 20, seria perfeito, mas isso eu ainda estou vendo com o pessoal, pois achei que era uma limitação da necessidade inicial de todos, "todos devem ter armas de no máximo dano 16". Sem contar o valor estipulado que já tinha aumentado para 2 MO e 2MP. Colocando só a espada por exemplo que já custa 2m.o., o custo do equipamento do guerreiro já subiria para quase 4m.o.

#26 Samyaza Enviado : 21/06/16 11:10
nametuzain, siga as orientações que dei e faça os ajustes a partir delas.
#27 Alisson Enviado : 21/06/16 11:17
A sugestão do samyaza é boa e versátil.
il possibile l'abbiamo già fatto,
l'impossibile stiamo facendo,
per i miracoli ci vuole un pò di tempo.
#28 Samyaza Enviado : 22/06/16 09:33
Prezados tagmarianos, estou temporariamente trancando todas as tarefas de revisão do Manual de Regras. O motivo disso é simples, estou organizando uma reunião com todos os responsáveis por tarefas que tem por objetivo alinhar a forma de trabalho para que possamos ser mais eficientes e organizados na revisão do Manual de Regras.

Não há necessidade de preocupação com o atraso nas tarefas pois os verbetes continuarão acessíveis para seus responsáveis continuarem seus trabalhos, trancaremos apenas os tópicos para mantermos uma organização.

Data: 25 de junho de 2016
Horário: a partir de 21h00min
Ferramenta: skype ou discord
Pauta:
- Dificuldades da tarefa
- Dependência entre as tarefas
- Ordem de execução das tarefas
- Método de execução das tarefas
- Funções de coordenador e responsável por tarefa

Como explicado, as tarefas ficarão trancadas temporariamente e serão destrancadas no domingo (26 de junho) a partir do que foi deliberado na reunião.
Para evitarmos confusões e um gasto de tempo maior do que o necessário, abaixo deixamos algumas regras de conduta, a fim de que seja um encontro civilizado e não tenha o aspecto de uma assembleia de revolucionários, e também tiramos algumas dúvidas:
1 – O coordenador geral está ciente da reunião, autorizou-a e concorda com tal
2 – Ofensas, cinismo, sarcasmo ou semelhantes serão punidas
3 – A reunião se dará por rodadas tratando de cada item da pauta
4 – A cada rodada o responsável pela tarefa ou coordenador (excetuando o coordenador de regras) terá 5min para falar se assim desejar. Qualquer outro membro poderá participar limitado ao uso do chat
6 – O desrespeito à sequencia ou pertinência dos assuntos será punido
7 – A reunião será gravada a fim de manter a transparência e dirimir dúvidas sobre o que foi deliberado
8 – As deliberações sobre a ordem e o método de execução das tarefas terão vigência a partir do dia 26 de junho, quando serão apresentadas no projeto
9 – As deliberações deverão respeitar as diretrizes do projeto e podem ser ajustadas pelas orientações que o coordenador geral, no exercício dos direitos de sua função, possa apresentar.
10 - Todo responsável pela tarefa deverá ajustar sua forma de trabalho ao que foi deliberado ou será afastado da execução da tarefa.









#29 Sistema Automático Enviado : 12/04/17 23:59
A Terefa foi solicitada pelo usuário Rywv
#30 Azurius Enviado : 13/04/17 18:29
Caro Rywv, vou te dar liberdade pra você tocar esta tarefa do jeito que julgar melhor.
Peço só que não fuja muito do estilo que já existe hoje e que não crie sorteios.

Abraço
Usuários visualizando este tópico
Guest
2 Páginas 12>
Ir para o Fórum  
Você não pode adicionar novos tópicos neste fórum.
Você não pode responder a tópicos deste fórum.
Você não pode excluir suas participações deste fórum.
Você não pode editar suas participações neste fórum.
Você não pode criar enquetes neste fórum.
Você não pode votar em enquetes neste fórum.

YAFPro Theme Created by Jaben Cargman (Tiny Gecko)
Powered by YAF | YAF © 2003-2009, Yet Another Forum.NET