Bem-vindo Convidado Pesquisar | Atividades no Fórum | Entrar | Registrar

Questão da Enquete : Morrigalti
Escolha Votos Estatísticas
Aprovado 7 100 %
Reprovado (precisa de melhorias) 0 0 %

2 Páginas 12>
Morrigalti Opções
#1 Marcelo Villanova Enviado : 24/06/10 10:41
Esta tarefa visa revisar e completar o texto o príncipe infernal Morrigalti

Baixem o documento em anexo a este post. Critiquem, dêem sugestões.

OBS: o material gerado está em avaliação (não foi aprovado), logo peço a todos que façam apenas sugestões e críticas que conduzam a uma melhoria do texto proposto.
#2 T.REX Enviado : 25/06/10 01:12
Prezados,

Boa noite.


Eu serei o primeiro. Aqui vão minhas palavras.

1)Mais uma vez o tempo desta história está no presente, quando esta se encontra escrita em um livro guardado na Biblioteca de Saravossa.

2)Novamente o velho problema da pontuação. A ausência de vírgulas e pontos dificulta o entendimento do texto. Não quero que o autor da escrita MORRIGALTI seja expert na nossa ortografia. Mas facilitaria para os leitores certo capricho a respeito.

3) Não entendi o primeiro parágrafo.
Citação:
Um cavalo branco sai em disparada do meio dos arbustos logo a frente e fazem a comitiva de cavaleiros para bruscamente, os sentidos treinados ao logo dos anos em batalha os leva a sacar tão prontamente suas espadas que muitos nem chegam a pensar nisso.


4)
Citação:
Alguns dos cavaleiros afirmam que devem seguir viajem para entregar a caixa, mas os demais afirmam que devem investigar o ocorrido, principalmente depois de encontrarem no corpo a marca de um cavaleiro real.

Penso que a caixa colocada aqui não faz sentido algum. Ou estou enganado?

5)
Citação:
Os guerreiros se encontram juntos quando uma tocha se faz aparecer na parte superior do amplo salão, e logo em seguida outra e outra, até haver uma dezena delas. O bater de palmas faz com que outras tochas no ambiente se acendam iluminando tudo.

As primeiras tochas foram acesas de que forma? Por que as OUTRAS tiveram que ser acesas por meio de PALMAS? Todas não tinham que ser acesas da mesma maneira?

6) As vítimas são guerreiros. Logo, devo acreditar que possuem escudos. Eles não podem se proteger da chuva das setas até se esgotarem por completo? E se são guerreiros (6 no total), não podem permitir que um COMUS BANKDIS chegue na maior cara de pau e passe a lâmina de seu punhal no pescoço de dois com facilidade. Por serem guerreiro treinados, vão lutar até a morte. Mesmo que cheguem os MAJIRAS são 6 X 5 (corrija-me, por favor, se eu estiver errado. Caso eu não tenha conhecimento, vai a minha pergunta abaixo:

7) Desculpe-me. Mas nome próprio em TAGMAR é um dos meus pontos fracos. Mas quem são mesmo os COMUS BANKDIS e os DUX BANKDIS?

8)
Citação:
O Comus Bankdis os olha com cuidado (...)

Por que início de frase com nome próprio começando com artigo “O”? Não ficaria melhor tirar o artigo?

9) Os Majiras atacaram os guerreiros e se alimentaram destes últimos. Como é o procedimento desta alimentação para logo em seguida tomarem a forma das vítimas?

10) O ponto REPRESENTAÇÃO: a serpente negra é aceitável, mas colocar asas de morcego fica estranho pra caramba... Não vejo combinação nisto. Ou deixa a serpente sem asas ou dê as asas um outro corpo. Mas se ele possui o manto chamado ASAS DO DEMÔNIO, por que também virar serpente e voar com asas de morcego?

11) O ponto CORES: que tal vermelho, preto e amarelo, as cores dos tecidos que cobrem os pilares dos templos?

12) O ponto LOCAIS PROFANOS: que tal lugares desabitados pelo homem ou por qualquer outra criatura, tipo cavernas de difícil acesso?

13) GUARDIÃO: o guardião de cada demônio terá uma ficha própria na minha coordenação, certo?

Bom, desculpe se ofendi o autor do texto. Sei que a história inicial não tem muita importância. Mas se ela existe, uma coerência, uma harmonia deve existir dentro dela. Mas resumindo, gostei muito deste demônio. Parabéns para o seu criador.

No aguardo de minhas questões.
#3 Ketalel Enviado : 25/06/10 19:28
Discordo completamente do conceito aplicado à Morrigalti!
O mais poderoso dos demônios, o mais popular... em uma apresentação... (sem ofensas ao autor do texto) pobre.
Em primeiro lugar, o ataque de Morrigalti à Amien, foi tudo, menos descuidado ou movido por orgulho. Concordo plenamente que seja o demônio do Orgulho, Inveja e (talvez) vingança... porém seu ataque foi perfeito!
Amien estava indefesa depois do ataque do Rei-feiticeiro, suas defesas caídas... Morrigalti ataca por último e Amien só sobrevive pela intercessão de Maira (indo contra a natureza dos Deuses de Imparcialidade, isso é, o não intervir em assuntos mortais)!
Segundo, o grande ódio de Morrigalti deveria ser contra Amien e os elfos devotos de Maira que foi quem intercedeu pela seu aprisionamento e não contra TODOS os filhos de Palier.
Quanto à representação, não concordo com o T REX, qualquer animal (principalmente a serpente) pode ter asas! Porém não concordo com o símbolo. Sendo orgulhoso e invejoso, Morrigalti não deveria se prender ao dinheiro (um recurso tão "efêmero", não confundir inveja com ganância). O símbolo de Morrigalti deveria lembrar antigos selos malignos (como o de Branaxis), muito mais evocativos ao mal que este demônio representa (sendo o mais popular). Se seu ódio se limita realmente aos filhos de Palier, poderia subverter seu símbolo (a estrela) de alguma forma (mais pontas ou a inversão deste). E sendo citado uma mde suas relíquias em forma de olho, seu simbolo podeia ser como o olho de horus da mitologia egipcia.
Sendo o demônio da inveja, seus templos deveriam ser suntuôsos e não simples, como descrito, porém adorei a idéia do trono com a espada ao lado!
Espero que minhas sugestões sejam levadas em consideração e ajudem a dar forma a este Principe Infernal de quem sou fã!!!
#4 zetagmar Enviado : 26/06/10 01:43
Senhores,
li com cuidado o que foi postado e depois reli o material. Devo concordar que o texto ficou muito abaixo dos padrões esperados e por fim tentei reformular o que já estava escrito.
Fiz um novo prefácio para facilitar e dando a idéia de um plano para libertar Morrigalti de seu carcere.

O personagem é por si só tão importante na ambientação que torna complicado defini-lo. Qualquer imagem seria insignificnte para ele. Todos imaginam Morrigalti de uma forma mais terrivel e grandiosa possivel.
OS demonios para se manifestarem no mundo material devem assumir a forma de um AVATAR para assim poder interagir no mundo feito pelos deuses.
Contudo os poderes são enormemente diminuidos, apesar de um deus maligno ou demonio supremo sempre terem um poder muito acima de qualquer criatura existente.

A prisão de MOrrigalti é algo complicado de se descrever. Não a prisão física, mas como isso veio a ocorrer.
Mesmo com a ajuda dos deuses, ainda assim seria complicado se ele não fosse de alguma forma traido em batalha. O que tento colocar no texto.

A denominação Comus Bankdis e Dux Bankdis são nomes hierarquicos dados aos membros da Seita. Estes ocupam cargos elevados dentro da organização.
Cada demonio tem uma casa, uma espécie de ordem sacerdotal profana por assim dizer.
O Dux Bankdis é o cargo mais elevado, depois dele temos 13 Comus Bankdis.

Resumindo: A Seita tem 13 Dux Bankdis e 169 Comus Bankdis. Isso será melhor explicado no material de Seita.

Mudei o conceito de Morrigalti para algo mais antigo e perigoso. Poderão ver que a religião deles é perigosa para toda a existencia, pregando massacres e suicidios em massa. Algo bem louco.

Outra coisa que talvez não tenha fica muito claro é que os objetos profanos não são de uso do proprio principe demonio, são de uso dos membros da ordem demoniaca que ele serve.

Majiras foram criadas aqui no site e simplesmente fiz uso no prefácio prestigiando o trabalho do criador destes.

#5 zetagmar Enviado : 26/06/10 01:49
Senhores Ketalel e T. Rex,
Sintam-se a vontade para dar suas opiniões. Apesar de não ser o único autor do texto fico a disposição para as criticas que ao meu ver foram todas coerentes e muito validas para enriquecimento do material.
Agradeço sempre a paciencia e a contribuição.
#6 Hugar Enviado : 26/06/10 17:24
T-REX, creio eu que você não terá uma ficha do demonio guardião da cidade, uma vez que a ambientação é livre das regras. Caso contrario poderiamos ter fichas de todos os personagens que aparecem na ambientação, como o rei Attos II de verrogar, ou seu general Idhor Maximus.
#7 T.REX Enviado : 26/06/10 18:31
Prezados,

Boa noite.

Voltemos ao ponto REPRESENTAÇÃO.

O texto nos mostra:
Citação:
(...) uma serpente negra com cerca de 10 metros de extensão e pesando 23 toneladas (...).


É um absurdo. Com esta metragem , as cobras/serpentes de hoje pesam no máximo 450kg. Não chega a ser nem mesmo a metade de uma tonelada. Se a serpente do texto deste tópico pesa 23T. sua largura é colossal.

Sobre a discordância do colega Ketalel, insisto em dizer (desculpe amigo) NÃO FAZ SENTIDO. Posso estar enganado mas as criaturas atuais que possuem asas (até mesmo aviões), a envergadura é proporcional ao tamanho do ser ou objeto voador. Para voar é necessário uma ajuda das patas para dar o impulso. A serpente não possui patas. Mas vocês me perguntam: "E se a serpente voar do alto das árvores, bastando jogar o corpo no vazio?". Eu respondo: UM ABSURDO. Para se chegar a um lugar alto, esta serpente precisaria de muito, mas muito espaço para carregar consigo suas asas GIGANTESCAS (já que a serpente mede 10m de comprimento). Em florestas ela não encontrará.

"Mas a criatura possui poderes místicos". Sim, é verdade. Aqui a magia existe. Morrigalti pode escalar uma árvore alta e jogar o seu corpo no vazio. Durante a queda, o mesmo se transforma em serpente, criando suas asas laterais de tamanho gigante. Se transforma num animal DESINGONÇADO voando por aí, pesando 23 TONELADAS. Peso este sem contar com o das asas. UM MONSTRO. Enorme no comprimento, com possibilidades de possuir uma LARGURA maior ainda (isto devido ao peso que possui), com uma envergadura tamanho-família, cujas asas são similares as de um morcego!!!

Desculpe-me todos. É INACEITÁVEL mesmo abaixando o peso para meia tonelada. No RPG a FIXÇÃO existe, MAS SEM EXAGEROS.

Coordenador Hugar,

Acho que você tem razão. Mas sobre as fichas dos personagens na ambientação, estou estudando a idéia de criarmos estas como era feito em TAGMAR 1 nas Aventuras Oficiais.

Sds. daquele que possui 10.000kg de ferocidade,
#8 zetagmar Enviado : 26/06/10 21:19
Senhores,
sem problema, podemos mudar o peso. Qual seria o peso ideal para uma serpente de 10 metros de comprimento?
Quanto as asas fica uma coisa meio estranha de se explicar. A ideia partiu da serpente emplumada da mitologia asteca, acredito eu.
Criaturas misticas por assim dizer são muito estranhas e inexplicáveis.
Vamos pensar no seguinte.
Os hipogrifos, os centauros, as harpias, são seres mitologicos e sem qualquer explicação mais elaborada.
Entendo que pode parecer estranho, mas este é o barato de poder criar criaturas "mitologicas" para o Tagmar. Ajustes quanto a peso e outros itens podem ser feitos para respeitar as regras e a coerencia.
Não me oponho nem um pouco a mudança do peso e conto com a sua colaboração para aperfeiçoar este tipo de personagem.
#9 Marcelo Villanova Enviado : 29/06/10 10:38
Nova Versão
#10 Hector Folha-Palida Enviado : 29/06/10 16:00
O nome da cobra alada é coalt - Serpente Emplumada. O deus Asteca se chama Quelzalcoalt, que significa, Deus do Trovão e Rei-Serpente Emplumada. Aparentemente o formato do raio no céu se parecia muito com uma cobra devido ao zigue-zague. Ambas as Criaturas existem no D&D e em RPG famosos como Final Fantasy 8.
Só para dizer que seres mitologicos, possuem uma explicação elaborada XD.

O peso tá meio alto mesmo, após essa participação eu vou embora^^.
#11 Ketalel Enviado : 01/07/10 21:45
Ok dizem que a repetição leva a perfeição, mas o mesmo argumento repetido não se tornará absoluto nunca.
Logo, vamos a uns esclarecimentos.
Lembremos o que é REALMENTE:
Ficção: sf (lat fictione) 1 Ato ou efeito de fingir. 2 Simulação. 3 Arte de imaginar. 4 Coisas imaginárias. Obra ou literatura de f.: aquela cujo enredo é criado pela imaginação do autor.Não vejo qualquer limitação na idéia até aqui, mas vamos prosseguir mais adiante.
Tagmar é um RPG DE FANTASIA MEDIEVAL.
Fantasia: sf (gr phantasía) 1 Faculdade criadora pela qual o homem inventa ou evoca imagens. 2 Obra de imaginação. 3 Idéia, devaneio. 4 Vontade passageira. 5 Capricho. 6 Extravagância. 7 Tolice. 8 Traje fantasioso que se usa no carnaval. 9 Pintar Quadro em que o pintor despreza as regras estabelecidas para seguir a sua imaginação.
Fantasia Medieval: Como noutras formas de ficção especulativa, os acontecimentos e acções na literatura fantástica muitas vezes diferem daqueles possíveis na realidade. Em muitos casos, especialmente em trabalhos mais antigos, mas também em muitos modernos, isto é explicado por uma intervenção divina, mágica, ou de outras forças sobrenaturais. Noutros casos, mais frequentemente em trabalhos de História, na chamada High Fantasy, a história pode acontecer num mundo fantástico, que é completamente diferente do nosso, completado com leis distintas da natureza que permitem a magia.
Venho eu mais uma dezena de pessoas acreditando que essa é a verdade sobre o rpg de fantasia ou ele seria de ficção cientifica.
Ficção cientifica: Este tipo de literatura pode consistir numa cuidadosa e bem informada extrapolação sobre fatos e princípios científicos, ou abranger áreas profundamente rebuscadas, que contrariam definitivamente esses factos e princípios. Em qualquer dos casos, o ser de forma plausível baseado na ciência é um requisito indispensável.
Logo nobre amigo T REX não precisamos nos ater a realidade, ou então não existiriam Dragões (répteis de sangue quente que cospem fogo), precisamos de imagens evocativas, que agitem nossa mente e subconsciente com significados. Como bem colocou o nobre Hector.
Algumas vezes acabo frustrado com certas decisões em Tagmar de se ater mais à ciência (como podemos ver no Calendário de Tagmar) do que à fantasia e ao significado que certas histórias e figuras causam em nossa mente.

Srs,
Espero não ter que repetir mais uma vez essa quetão que exaustivamente debati em vários fóruns daqui do projeto.
#12 T.REX Enviado : 01/02/11 03:25
Mestre Villanova,

Este é outro tópico que quero acompanhar.

Mas para mim já está tarde. Assim que possível vou reler este texto e ver o que foi alterado para apresentar minhas palavras mais tarde.

Por enquanto fico por aqui.

Pessoal,

Vamos dar uma atenção a este tópico também? Os mestres Hector e Ketalel mostraram sua palavras. Villanova aguarda. Apresentem vocês também.

Sds. reptilianas,
#13 saulocr Enviado : 25/02/11 11:55
Eu não concordo que esse seja o mais poderoso dêmonio do inferno. Se eles tem poderes comparados a de um Deus, e pelo que eu lembro da história quem aprisionou ele foi a Rainha de Amien, logo ela tem poderes divinos.

Quando eu mestrava, ha uns anos atrás, eu adotava duas entidades demoníacas, Palco como Deus da Destruíção, e Malebolgia como Deus da Corrupção.

Então sugiro q esses 13 senhores infernais, sejam demonios mais poderosos que um tipo 3.
#14 Hector Folha-Palida Enviado : 25/02/11 12:28
Saulo,

Malebolgia é um lugar do inferno de Dante e também o senhor do 8º circulo do Hellspawn.

O mundo material é incapaz de suportar todo o poder dos demonios e dos Deuses, tanto que quando estes visitaram o Plano material houve sérias consequencias: Os deuses enviaram avatares com uma fração de seu poder e causaram o Cataclisma, e os demonios deixam boa parte de seus poderes em seus Reinos mesmo porque alguns possuem formas tão grandes que não passariam pelos portais.

Outro Detalhe importante: Os demônios possuem o mesmo poder desde seu nascimento, enquanto os deuses vem ganhando cada vez mais poder com cada alma que retorna a eles. Por isso, quando um deus concede um pouco de poder a um mortal e com o metodo correto, eles são capazes de combater um principe demonio, lembrando que o Mais sábio possuia conhecimento Divino concedido por Palier e etc, mas mesmo assim muitos tiveram que morrer para que a chance existisse e a vitória fosse conquistada.

Abraços
#15 Sistema Automático Enviado : 07/10/16 10:55
A Terefa foi solicitada pelo usuário marcelo_rodrigues
#16 Marcelo_Rodrigues Enviado : 05/02/17 20:16
Pessoal, desisti por enquanto da tarefa. Liberei ela e está disponível.
#17 Sistema Automático Enviado : 09/02/17 21:46
A Terefa foi solicitada pelo usuário samuel.azevedo
#18 samuel.azevedo Enviado : 10/02/17 01:31
Solicitei a tarefa e já estou trabalhando alguma coisa nela. Algumas das mudanças até agora:

- texto introdutório revisado, título da entrada mudou para Profecias do Retorno da Seita (pois parece tratar de coisas bem depois dos outros fatos do livro de Malim);
- mudei ligeiramente a aparência dele, com base nas críticas acima;
- mudei o símbolo, pois vi que pelos comentários não havia agradado;
- adicionei Palier na trama para vencê-lo (e assim justificar a rivalidade dele com Palier, descrita na tarefa de coerência);
- desenvolvi mais o conceito da filha dele que assumiu o reino em seu lugar (mas mudei o nome de Helenis para Morrigam);
- revisei a festa que já havia, e adicionei uma segunda festa onde se faz um sacrifício especial com elfos.

Falta revisar do tópico Religião em diante.
#19 Marcelo_Rodrigues Enviado : 10/02/17 07:26
É bon citar que seu "corpo" esta preso em amiem. Imagino que com isso que seus seguidores em Tagmar estejam sempre tentando se infiltrar em amém.
#20 Fábio_CM Enviado : 10/02/17 16:46
Em representação está escrito:
Citação:
Quando teve que se manifestar no plano material, assumiu a forma de uma assustadora serpente negra cuja cabeça possui treze olhos e uma boca com centenas de dentes venenosos, seu corpo possui um par de braços com garras e um par de imensas asas escamosas que se erguem nas costas próximo aos braços, e termina em uma cauda bipartida com ferrões. Da cabeça a cauda mede mais de 10 metros de comprimento, a envergadura das asas pode chegar a 50 metros e chega a pesar 23 toneladas.

Ele tem a forma de uma serpente, mas o texto fala em corpo, costas, cauda, braços e asas. Será que serpente ainda é a comparação mais adequada?

Outra coisa, está está escrito que "da cabeça a cauda ele mede mais de 10 metros de comprimento". Eu sugiro dizer que "da cabeça à cauda seu avatar mede mais de 10 metros de comprimento".

Em festas e celebrações, prisão dourada:
Citação:
Porém dentro dele há uma serpente venenosa que matará aqueles que proferirem as palavras. Assim, as almas dos prisioneiros irão alimentar Morrigalti em sua prisão.

E se o prisioneiro, seja lá como, matar a serpente?

Em Religião, Templo:
Citação:
Seus templos são simples algo completamente inusitado para o mais poderoso entre os príncipes infernais.[...]Os pilares que sustentam a cúpula são recobertos por tecidos finos de cor vermelho sangue, preto e amarelo.

Tecidos finos não parecem combinar com um templo simples. A arquitetura esférica e com altares equidistantes também, em menor grau, me parece um pouco requintado demais - mas menos do que os tecidos finos.

Todo o reino de Abadom é um local profano para os seguidores deste demônio??

Doutrinas:
Qual seria o significado de "servidão da paz"?

O nível de popularidade não iria ser removido?

Catemeca, o guardião do reino de Morrigalti, não tem nenhuma relação com sua nova patroa? Dancing
Já fazem 1500 anos que Morrigalti está aprisionado e desde então, ao que parece, é Morrigam quem governa o reino. O guardião a auxilia (e desperta a ira de Morrigalti) ou age por suas costas para traí-la? (e nesse caso por que ainda não foi substituído?)
Ajude no desenvolvimento do Livro de Criaturas. Assuma uma tarefa e participe!
#21 Azurius Enviado : 10/02/17 22:53
Aproveitando os pontos apontados pelo Fábio.
Focando um pouco mais na parte física quando você diz: seu corpo possui um par de braços O Seu da a impressão de estar falando da forma original, quando nós sabemos que é só uma manifestação.

Tem que cuidar um pouco com esses pequenos detalhes.
Seja a mudança que você quer ver no mundo.

- Mahatma Gandhi
#22 Marcelo_Rodrigues Enviado : 12/02/17 19:27
Acredito que a forma assumida seja apenas a do plano material e que esta possa ser diferente de sua forma real. Eu particularmente gosto dos demônios tipo japoneses com tentáculos. Mas em especial gosto também o de Cthulhu

#23 Azurius Enviado : 19/02/17 10:02
Essa forma postada pelo Marcelo é bem bacana mesmo.

Seja a mudança que você quer ver no mundo.

- Mahatma Gandhi
#24 CheckmateBasilisk Enviado : 19/02/17 16:38
Marcelo_Rodrigues escreveu:
Acredito que a forma assumida seja apenas a do plano material e que esta possa ser diferente de sua forma real. Eu particularmente gosto dos demônios tipo japoneses com tentáculos. Mas em especial gosto também o de Cthulhu



Eu sinceramente acho que tentar dar uma aspecto à forma real de um demônio podersíssimo é problemático. Muito da riqueza das entidades cósmicas que o Lovecraft criou está na impossibilidade de dar uma forma física a eles. Azatoth é um negócio bizarríssimo que beira o metafísico, enquanto Yog-Sototh permeia a realidade como um tumor e é descrito simplesmente como um ser imenso, largo de horizonte a horizonte e se erguendo pelo céu como a noite se ergue sobre o dia.

Tá certo que Cthulhu é o mais desenhável e por isso o mais conhecido, mas quando se dá um corpo a uma entidade tão gigantesca e tão alienígena como um Ancião ou um Lorde Demônio, surge aquela coceirinha, aquela sensação de que com Dakka suficiente vc pode matar Cthulhu.

A falta de coerência, racionalidade e, muitas vezes, bom senso na hora de criar um avatar ou uma imagem para um ser de escala e poder desse nível pode conferir muita riqueza à narrativa e ao mundo. Afinal, quem sobrevive pra contar como é? E se sobrevive, quão confiável é qualquer descrição do que diz? O mais assustador é que talvez seja um ser realmente tão ilógico e alienígena como diz o pobre lunático...

Só um comentário nada a ver: Os demônios japoneses não são tentaculares, se não me engano.
#25 Marcelo_Rodrigues Enviado : 23/02/17 07:40
Uma solução é fazer semelhante ao que já tem em alguns dos príncipes demônios. Basta dizer que "umas das formas que ele assume é ..."

Não estaríamos fixando a forma, mas apenas descrevendo algumas delas. Feliz
#26 samuel.azevedo Enviado : 03/03/17 18:04
Nova versão, considerando as sugestões acima.

Ainda não estava satisfeito com o nome da filha dele, mudei para Morrigaltrina.

Alterei algumas coisas do culto e do templo para ficar em torno do número treze.
#27 Azurius Enviado : 03/03/17 21:19
Bom que o nome dela faz lembrar do dele. Isso é bacana.
Seja a mudança que você quer ver no mundo.

- Mahatma Gandhi
#28 samuel.azevedo Enviado : 11/03/17 14:03
Estou amando a discussão no tópico de coerência. Acho que vou melhorar este texto nos seguintes pontos:

- Vou narrar alguma aliança entre Morrigalti e Palier na guerra com os titãs, e posterior quebra dessa aliança;
- Vou adicionar que Palier pediu para Maira ajudar na guerra para proteger Amien (além de convencer Morrigaltrina);
- Assim, Palier vira um grande manipulador e arquiteto de situações que fundaram a oposição a Morrigalti.

Pergunto: poderia alterar a concepção de Morrigaltrina dizendo que ela surgiu de um pacto de sangue que os dois fizeram para selar a aliança deles na guerra com os titãs?

O que acham das ideias acima? (ainda não coloquei no texto)
#29 Marcelo Villanova Enviado : 11/03/17 14:17
Por mim ta ok
O que eu discordo é Diatrimis. Ela é o "demônio da guerra" ela não se opões só a Blator, mas a Crisagom que defende a honra na guerra, pra ela que se dane a honra; ela se opõe a Crezir, que prega o prazer na batalha, ela quer o prazer em matar, trucidar, esquartejar, maltratar quem for.
Só acrescento o que já disse: os demonios originais se opõe aos deuses por alguma circunstância posterior, pois eles já eram demônios antes de os deuses serem deuses.
#30 Marcelo Villanova Enviado : 12/03/17 06:31
No entanto, ainda acho ***, pois esse tipo de disputa circunstancial é frágil, veja bem são criaturas eternas, que são tão antigas quanto os titãs. É diferente dos demônios de segunda geração que tem oposições essenciais (tipo Lena e Anasmadis) é algo tão entranhado que dura pra sempre. Assim, ainda acho que os demonios originais odeiam todos os deuses indistintamente, pois eles são a ordem e o bem, esse seria um ódio mais profundo do que uma disputa circunstancial com apenas um.

O que é mais forte? Ódio por uma circunstância ou odiar todos os deuses por que são a ordem e o bem?

Cuidado ao montar essa trama com Palier, pois corre o risco de fazer dele malicioso e isso fere a índole dos deuses.
Usuários visualizando este tópico
Guest
2 Páginas 12>
Ir para o Fórum  
Você não pode adicionar novos tópicos neste fórum.
Você não pode responder a tópicos deste fórum.
Você não pode excluir suas participações deste fórum.
Você não pode editar suas participações neste fórum.
Você não pode criar enquetes neste fórum.
Você não pode votar em enquetes neste fórum.

YAFPro Theme Created by Jaben Cargman (Tiny Gecko)
Powered by YAF | YAF © 2003-2009, Yet Another Forum.NET